poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.

quinta-feira, outubro 27, 2005



postagem ao som de "mad about" com sting.

_ nada pertence, tudo é convivio_

nesta noite sou vaga-lume.
me
alimento
da energia dos astros,
que
espalham,
mistério e luminescência no breu.
união, interatividade, fusão.
[c o m u n h ã o]

"entre pedras ouço ruminar de civilizações"

na forquilha do tempo entre o divino e o profano,
[sou pedra] no bodoque
sem calibre
na mão do anjo enoque:
que estica no ar, a câmara sem ar, de um velho pneu.
sem dó me atira, no olho da escuridão.
me ensinando a mágica,
de inverter a lógica
do tudo que eu julgava ser meu.
para os amigos vandder lima e andrea karla.

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

cê é doido bicho?

segunda-feira, outubro 31, 2005 9:05:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home