poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.

segunda-feira, novembro 21, 2005


arremessada aos quatro cantos do globo,
ouvindo diretamente do velho vinil, com leci estrada,
a música torpedo liberdade: "voar com gaiola e tudo".
_à uma de minhas nadadeiras esquerdas_
minha$ noite$
e$tão $em : c o l o :
tenho dormido em mau$ len$óis.
de $obre$$alto : a c o r d o :
pre$o ao $olo
da realidade de ?anzói$?.

[mergulho] vago no lago,
não $ei para onde ir
e $ó agora percebo:
minha nadadeira e$querda,
que $empre me $ocorreu,
e$tá gravemente ferida.

céu nublado, [rubro].
[outubro] nú vermelho
acendeu [novembro],
sem dó nem chance de ré
tem sol, mas chove
fora, [dentro].

escalei o muro-parede
avi$tei do alto
[dezembro]
tirei ciscos do olho
da tempestade
e farejei
no vento de meu a$$opro

o $ol alaranjado
que alimentará
o motor das hélices
do moinho de minha
quixotesca [liberdade];
de minha:
[completa de$cone$ão do $i$tema].
para: "ieu me$mo" e para uma de minha$ nadadeira$ e$querda$ "ed$on ribeiro $ilva" – e$$$quenta a moringa não amigo, $$$airemos de$ta junto$. que venha fumegando 2006 que "nói$$$ vai pô" é 9 sem medo de zap, e$padilha, $ete copa$ e qualquer outra carta vira-lata. te contei não irmão? o coringa entrou no jogo e e$$$$$$$$$tá aqui comigo, na manga da minha japona xadrez invi$ível. $ó estou deixando ele$, pen$arem que encurralaram a gente. quero que você, ronil$on, omar, paulo urban, nel meireles e renan (novas nadadeiras esquerdas) me ajudem a urrar o 9 na "zoreia" do $i$tema. vamo$$$$$$ virar o $ei$ dele$ de cabeça para baixo. Vamo$ afoga-lo$, no mar da arrogância dos e$túpidos. onde o "$" é o quem dita as regra$. lanço agora, o primeiro avi$o, da quebra das regra$ do jogo, que "ele$$$" go$tariam que a gente continua$$e jogando. abraço n´alma, de toda$ a$ nadadeira$ e$querda$ que estiveram comigo até a pre$ente data. a$ dita$ e as não ditas$. esqueçam as pequenas "picuinhas" e venham abraçar também minha alma. só vai valer, se virarmos a mesa e urrarmos juntos, em uníssono, nosso grito "profano/santo?" de liberdade, e$tendido também ao$ que no$ cercam bra$il afora e quiçá pelo$ quatro canto$ do globo.

3 Comments:

Anonymous Andre Terenzi said...

Adorei a foto do velho com a galinha.

sábado, novembro 19, 2005 7:17:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Diou, não entendi a razão do $. Afinal você é um Midas!
Ao menos com as palavras.

Bjs.

O pai do Ratavo.

segunda-feira, novembro 21, 2005 10:18:00 AM  
Anonymous Anônimo said...

Diovanni vc é enigmatico mas escreve bem pra caralho.

Bruno L. Siqueira
Raposos - MG

quarta-feira, novembro 23, 2005 11:18:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home