poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.

sexta-feira, julho 24, 2009

Postagem ao som da música Stay – U2 [OuçAquiÓ]
(imagem Guido Boletti)
Do pássaro preto
O canto do cisne ouvi
Na goela do gato.

8 Comments:

Blogger Edilson Pantoja said...

Perfeito!

sexta-feira, julho 24, 2009 6:17:00 PM  
Blogger Paulo Viggu said...

Salve Dio - poeta irmão de Minas - gostaria de receber exemplares do projeto Pão e Poesia com a poesia Vivos - de minha autoria - que fez parte do projeto. É possível? Abraço aí - Paulo Viggu

sexta-feira, julho 24, 2009 8:50:00 PM  
Blogger ascka said...

Acho incrível como tudo pode ser dito em tão poucas palavras!

sábado, julho 25, 2009 11:27:00 PM  
Anonymous marcos pardim said...

de lembrança de menino, lá em roça, pássaro preto se chamava anú... e cuidado, meu velho, com essa hisória de ouvir cantos de cisnes... muitas vezes, equivalem-se a ouvir cantos de sereias (rss...) abraço e fica cum deus.

sábado, agosto 01, 2009 9:25:00 AM  
Blogger Maria Paula Alvim said...

Que blog ótimo, conterrâneo. Tudo da melhor qualidade ( cheguei aqui por indicação da Mara Faturi). Abração.

sexta-feira, agosto 07, 2009 9:06:00 AM  
Blogger Euza said...

Dio! Qto tempo, meu amigo! Acho que estou de volta, embora bem diferente.
Delicia estar aqui te lendo - já havia me esquecido do qto é bom!
Estes poemas mínimos são perfeitos! E nunca vou me cansar de admirar esta capacidade de síntese que alguns de vocês, poetas, têm!
Ah... vi lá embaixo que seu projeto de editoria já está funcionando. Fico feliz, viu?
Beijo, poeta!

sexta-feira, agosto 07, 2009 8:18:00 PM  
Blogger Rayanne said...

Ah!
Adorei isso!

**Estrelas, seu bonito!!**

quarta-feira, agosto 19, 2009 10:28:00 AM  
Blogger Maria Claudia Mesquita said...

Saudade daqui! Gostei... vou carregar isso um tempinho comigo!
bjs

terça-feira, setembro 01, 2009 11:36:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home