poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.: ODE-POEMA EM CONCRETO E AÇO...

terça-feira, março 20, 2012

ODE-POEMA EM CONCRETO E AÇO...


Antecipo a publicação do poema prometida para às 00h08min do dia 21 de março de 2012. "ODE-POEMA EM CONCRETO E AÇO AOS ADORADORES DA DESLUMBRANTE DEUSA DA PAZ E DA POESIA". Aguardem circulação virtual e impressa do fanzine "O VENTO - uma folha solta no tempo".

1 Comments:

Anonymous Lecy Pereira Sousa said...

Magnífico poema est!
A personagem ora criada faz-me lembrar a história de um país regado a coronéis e rainhas de reinado duvidoso que se regozijam em avassalar os pobres de ducados e condados tendo como principal arma a arrogância plena.
Não estou bem certo do que motivou esse poema, mas o considero, desde então, um dos meus épicos haja vista o provinciano que sou e transcederei sendo. Viva eu, viva tu, viva o rabo do tá tu!!! Eita, Minas Gerais, sô! Agora, eu vou processar você por usar a música da MINHA banda predileta. Onde já se viu???

quarta-feira, março 21, 2012 4:26:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home