poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.

terça-feira, fevereiro 14, 2006


Postagem ao som da música Vapor Barato com Jards Macale.
_Serventia Poética_

Tem que servir também a outras cousas a poesia.
Não pó-mente, a pura e simples masturbação mental.
Tem mesmo é que f*, sem delongas e na real
ejaculando, na cara perfumada da hipocrisia.

É para moucos fincar o envenenado cisco.
Correr o risco, de ferir com o que esconde as setas do * .
Louco forjar, outro traço, na palma das mãos da platéia do circo.
Rir e brincar libra no trapézio, jogando no alto na lona, só de mico.

Essa é para o Sr.Guido, pai do meu irmão Ronilson, que costumava "raiar" com os filhos: "Öooh menino, não me faça ouvidos de mouco!"

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home