poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.

terça-feira, dezembro 04, 2007

Postagem ao som da música CarinhosoPixinguinha e Braguinha[OuçAquiÓ](Marc Chagall)

PRA nUSA

Quando você está – quase lá...
Putz! Naqueles dias - sem base...

Flautam-me as abstratas rotas
pra pautar-arranjar suas notas.

Eu, Pixinguinha, Carilho num largo compasso 2/4
convido e me estendo Carinhoso...

Você, chorona, V.Azeveda
erra e foge ao passo

La cumparsita celerada
num “prestissimo” - Tico-Tico no Fubá.(Zequinha de Abreu)

No barulho ou silêncio
de pedra do ninho capto teus ruídos.

Não sou maestro
mas sei música de ouvido.

Você sabe eu detesto
catar e ajeitar notas

para sem acompanhamento ir ao solo.
Eu gosto é de acompanhar

no escuro
ou na luz

toda mu
dança, sua - Libélula.
...
Matéria sobre o projeto Pão & Poesia no jornal Folha de Contagem - Aqui.

24 Comments:

Blogger Octavio Roggiero Neto said...

Diovvani, li o artigo lá da Folha de Contagem. você sem dúvida tem sido o mais entusiástico poeta dentre nós blogueiros. motivo de muito orgulho! é muito bom quando vejo seu trabalho ganhando as pessoas. uma grande alegria pra mim testemunhar sua contínua dedicação. colocar-se, humildemente, como você se coloca, sempre ao dispor da Poesia, esforçando-se com devoção para o fomento desta que é mais que uma arte, mas um modo de viver que adotamos com amor: isso é tarefa para um super-homem, cujo poder especial é justamente ser capaz de ser mais humano.

Parabéns, meu chegado!

sexta-feira, dezembro 07, 2007 9:18:00 PM  
Blogger Nilson Barcelli said...

Excelente, como sempre.
Cada poema seu, no entanto, é uma descoberta de novos sons e imagens.
Sempre diferentes, mas sempre iguais na qualidade literária.
Bfs, um abraço.

sábado, dezembro 08, 2007 7:22:00 AM  
Anonymous Anônimo said...

Um blog para visitar:
noites-de-lua-branca.blogspot.com

de Alberto Serra.
Bjs.

quinta-feira, dezembro 13, 2007 11:22:00 AM  
Blogger Múcio L Góes said...

Ah Dio, bom conhecedor que és da geografia humana e "palavrar", cultivaste um belo Poema para sua bela Vanusa, ela que é parte de tua melhor parte, a que parte do coração.

Bjo, meu Ativista-poético.

Bjo, Vanusa.

:)

quinta-feira, dezembro 13, 2007 12:37:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

salve, salve, diovanni, que sabe que amante tem de ser das antigas, que o rom�ntico, incorrig�vel e que o amor de nossa vida � a �nica coisa que merece de n�s todas as preces e devo�es, erros, acertos e aten�es... grande abra�o, meu velho.

marcos pardim

sexta-feira, dezembro 14, 2007 6:16:00 AM  
Blogger Claudinha said...

Olá Diovvani!
Sua musa nusa, libélula...
Fico torcendo sempre pelo projeto pão e poesia,alimento do corpo e da alma!
Estou sumida, tenho andado correndo contra o tempo que insiste em escoar de minhas mãos.

Beijo e ótimo final de semana!

sexta-feira, dezembro 14, 2007 4:13:00 PM  
Blogger Lua Durand said...

a quantas que não venho aqui.

quarta-feira, dezembro 19, 2007 9:46:00 AM  
Anonymous Anônimo said...

Oi amigo,

Quanto tempo, que o tempo não me permite lhe visitar!.... Sei quanto o nosso Coração AMOR-tece as teias de poder nos elevoar, a caminhos decertos ares, de plenitude, de belezas de confusas tensoes!!!!! Mas isto é viver, fazer de alguém parte plena de nós e de nossa vida uma simples doAção!!!!!!

Bjos meu anjo!!!!

Kátia Silva

quinta-feira, dezembro 20, 2007 12:48:00 PM  
Blogger Clóvis said...

Poesia tirada de ouvido, assim dita baixando, reluzindo frestas...




Meu abraço, poeta.

quinta-feira, dezembro 20, 2007 7:44:00 PM  
Blogger clarice ge said...

Esta Vanusa musa deve sorrir do poetamor.
Doce amigo, teu canto me encanta sempre, carinhoso artesão da palavra emoção.
Dio, um abraço enorme pa ti e pra Vanusa. Boas festas e um 2008 com muita inspiração e poéticas transpirações.

sexta-feira, dezembro 21, 2007 1:06:00 PM  
Blogger FINA FLOR said...

querido, só´pra dizer que faz tempo que estou querendo parabenizá-lo pelo lindo projeto pão e poesia.

são iniciativas como a sua que fazem a vida valer a pena, sabia?

ó, estou passando para dizer que espero que os melhores frutos caiam em seu cesto no ano que está prestes a começar e que seus dias sejam sempre perfumados por brisas doces!!! sorte e sucesso!

beijos e até

MM.

sexta-feira, dezembro 21, 2007 2:06:00 PM  
Blogger L. Rafael Nolli said...

Meu camarada! Li a matéria. Fiquei nostálgico ao ler sobre a Rural. Um tio meu possuía uma. Íamos sempre pescar, ou acampar com ela. Transformar uma Rural em uma Biblioteca móvel será muito bacana! Quero enviar um exemplar de meu livro para compor o acervo! E. por fim, vim desejar para você boas festas! Tudo de bom!
Abraços!

sábado, dezembro 22, 2007 9:03:00 AM  
Anonymous paulo viggu said...

Cuidar e permitir o amor. Ter paz ser zen. E amar.
Bom natal - Grande Virada. 2008 - Lá vamos nós. Beijo, poeta! Riodaqui aí

domingo, dezembro 23, 2007 7:59:00 AM  
Anonymous Anônimo said...

salve, diovvani. velho, seguinte: bom natal, ótimo 2008 e renove a carta que lhe dá permissão de trafegar com sua perua recheada de poesia pelas ruas incertas da existência... tudo de bom aí, no ninho de pedras. abração.
marcos pardim

domingo, dezembro 23, 2007 9:07:00 AM  
Anonymous alana said...

só para dizer que... seu fotolog tem uma beleza incrível :)

domingo, dezembro 23, 2007 2:32:00 PM  
Blogger Leandro Jardim said...

Hei Diovvani, parabéns pela matéria e pelo excelente trabalho!

quarta-feira, dezembro 26, 2007 6:46:00 AM  
Blogger Superviva! said...

ainda pensas naquele projeto que me convidou? estou mais tranquilo emais "equipado" pra esse ano. depois me manda um e-mail falando q acha.

a gente se v.

luiz

segunda-feira, janeiro 07, 2008 10:48:00 AM  
Blogger L. Rafael Nolli said...

Camarada, enviei pra ti um e-mail! Abraços!

sexta-feira, janeiro 11, 2008 6:04:00 PM  
Blogger Pedro Pan said...

, ah! o amor... cada um demosntrando o seu amor de sua forma. de seu jeito...
, abraços meus a você e vanusa. e feliz 2008 para os 2!

domingo, janeiro 13, 2008 8:45:00 AM  
Blogger Nana Lopes said...

LIndo. O poema e a citação.Bjkas

segunda-feira, janeiro 14, 2008 8:31:00 AM  
Blogger FINA FLOR said...

querido, vida longa ao projeto nesse ano :o)

beijos e bons ventos

MM.

quarta-feira, janeiro 16, 2008 4:14:00 PM  
Blogger Múcio L Góes said...

saudades, irmaozinho!

bjo.

domingo, janeiro 20, 2008 4:32:00 PM  
Blogger CeciLia said...

Voltando, poeta (voltamos sempre, se tua juventude ainda não te avisou).
abraços, te leio aos poucos. Como andam os projetos? Conta?
Cecilia

terça-feira, janeiro 22, 2008 7:40:00 PM  
Blogger Vinícius Marçall said...

Ia ler seu post, fiquei no título... Colocar um vídeo do Pixinguinha e Benedito Lacerda é sacanagem... Já ví o raio do vídeo 5 vezes e não enjoei.
(15 minutos depois)
'Cê não muda mesmo, heim, Diovvani? Se a gente ler um poema seu 15 vezes, vê coisas novas no mesmo poema em todas as leituras! Tá difícil achar alguém que, mesmo escrevendo só uma vez, conte algo novo à cada leitura. Parece que o povo gosta do superficial, raso, bidimensional... Ainda bem que você não é nada disso!
Vou tentar voltar à ativa, tentar voltar a escrever sobre nada. Dia que cismar de escrever, escrevo. Senão ponho um vídeo ou imagem que valha a pena e deixo o pau quebrar!
SerrosoAbraço (descobri que Minas não tem montanhas... Ê geologia)

sábado, março 15, 2008 10:19:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home