poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.

terça-feira, fevereiro 14, 2006


Postagem ao som de Ronilson conversando com GA lembrando velhas musicas do Maluco Beleza.
_Enfim o nocaute na prisão do loop no 42º round, da vida_

Não sei o instante,
que saí do laço.
Só sei:
flutuava-dentro-do-vento-tempo-espaço.

Ouvi o c l i c k,
o estampido seco na cabeça
e ([{mágica!?])}
rompi, as grades da lógica.

E agora, UIVO,

porque estou,
ainda mais VIVO,
d e s g r a ç a d o s!

Para meu irmão Tica que vai sei papai mas tem andado estressado. Relaxa mano!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home