poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.

quarta-feira, abril 26, 2006

postagem ao som da música "ninho de pedras" do grupo plan
_valvulado-destransistorizado_
.
sou largado movimento noturno lagarto rei e plebeu aos trapos no mato
(des)travo línguas e abracadabra abro velhas portas entre eras
atravesso porteiras salivo sibilo tiro casca véu e grito
ao som do "percussivo" chocalho b r a v o
.
senha para ligar em mim primitivo dínamo
observo relâmpagos na luz valvulada no olho do mundo cão
agulha surfa no sulco de flexíveis bolachas extraídas de preto óleo
e arranhadas canções balançam anciões auto-falantes
.
esfaqueiam-me adormecidos cortes adquiridos nas pedras do caminho
veste-me o silêncio que cala toda boca minha alma sai da toca
e assim me vejo arrebentando os pontos de antigas cicatrizes
no circulo da noite sou poeira no pé de um moleque com macuco
(estou sujo mas alegre e saltitante como pulga sem freio)
.
pego carona num veloz carrinho de rolimã armo fuga de rima equilibro-me na ponta curva no bigode-catapulta do gato sem esfolar cotovelos mergulho
"balango-me" na gangorra do bico da coruja caio em pé na primeira
légua da estrada acendo astros na floresta da quase manha
.
mudo transmuto-me
em ouriçada lagarta de goiabeira
respeito mas sapeco até louva-deus
que desavidado me toque
.
"À VC" dona zuleima velha e sábia druida fazedora de remédios. "À VC" que faz do veneno cura. "À VC" que é mãe como minha mãe. "À VC" que tem um filho que é meu irmão. "À VC" incansável aprendiz da vida e dos mistérios. "À VC" que deu rasteira até em "Acidente Vascular Cerebral." cê é mesmo danada!

4 Comments:

Anonymous marcos pardim said...

esse seu jeito "manso", essa sua escrita "falsamente" ingênua, me é absolutamente cativante, meu caro. gosto muito, mesmo, de seus poemas. são, deveras, cera quente pros meus dentes podres (rsrs). 1 grande abraço, velho.

quinta-feira, abril 27, 2006 9:17:00 AM  
Blogger Nilson Barcelli said...

Você é brilhante na escrita.
E originalíssimo. Eu não vi até hoje nenhuma poesia parecida com a sua.
As imagens, metáforas, etc., que usa são formidáveis.
Mais uma vez, parabéns pela sua maneira de escrever, muito inovadora.
Abraço caro amigo.

quinta-feira, abril 27, 2006 4:55:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Passei..matei a saudade de ler você :)
deixo um abraço n'alma. Andréa Motta

sexta-feira, abril 28, 2006 2:59:00 PM  
Blogger R2K said...

: )

sexta-feira, abril 28, 2006 3:01:00 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home