poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.

quarta-feira, novembro 01, 2006

Postagem ao som da música Estrelas - Oswaldo Montenegro. [OuçAquiÓ]
PARA UMA MOÇA ACENDEDORA DE ESTRELAS

Ela sabe coar
letras no branco,
coador da poesia.
No bule das palavras,
burla regras e
esquenta cores.

Pinga cá, a fé que
"redbulliza" minha cria.
Ela sempre voa
contra segundos.
Não arisca pousos
e como Garrincha sabe,
brincando driblar
em versos suas dores.

Ela fertiliza-amplifica,
compreensão de outros tons.
Ela sabe dedilhar silêncios e
extrair deles inéditos sons.
Detrás de um codinome,
ela ilumina-raia,
estrelada sobre nós.
.
Desata.

A moça estrelada? Mora aqui.

23 Comments:

Blogger Leandro Jardim said...

Sabia que ela! Um geniazinha mesmo! bela homenagem!

quarta-feira, novembro 01, 2006 4:54:00 PM  
Blogger Rayanne said...

Dio,

amigo-poeta-querido:
são vocês que abrandam meus temores. As tuas palavras chegaram macias sob os meus dedos, aquietando e protegendo vastidões.
Eu carrego a amizade dentro, e ela sustenta.

**Estrelas, enternecidas**

quinta-feira, novembro 02, 2006 9:52:00 AM  
Anonymous Paulo Vigu said...

Fundamental saber dedilhar silêncios... E poucos sabem! Riodaqui/abraço aí/ Paulo Vigu

quinta-feira, novembro 02, 2006 11:47:00 AM  
Blogger Marla de Queiroz said...

Dio, vc é um bonito mesmo, né???
Pois essa moça nos emudece e ilumina.
E vc, com esse cuidado, essa doçura e esse talento todo.
Dá vontade de abraçar!
Então eu beijo.

quinta-feira, novembro 02, 2006 11:49:00 AM  
Anonymous pedro pan said...

, e ela canta. encanta com suas estrelas. letras. poesia...
|abraços meus|

quinta-feira, novembro 02, 2006 1:29:00 PM  
Anonymous Paulo Vigu said...

Saber dedilhar silêncios é fundamental. E poucos sabem. Riodaqui/ [ ]`s aí/ Paulo Vigu

quinta-feira, novembro 02, 2006 1:45:00 PM  
Anonymous Vássia Silveira said...

Caro Diovanni, cheguei aqui meio pelas mãos da claudia, meio pelos pés do marco (Pardim)...e entre tantos meios, adorei sua moça acendedora de estrelas.

quinta-feira, novembro 02, 2006 3:57:00 PM  
Anonymous marcos pardim said...

discípula de garrincha, o anjo das pernas tortas? o destino dessa moça só pode ser esse mesmo: ser amada por um poeta. cum deus, velho.

sexta-feira, novembro 03, 2006 6:42:00 AM  
Anonymous pedro pan said...

, mudei. acho que tudo certo agora.
|abraços meus|

sexta-feira, novembro 03, 2006 11:21:00 AM  
Blogger Múcio Góes said...

é, meu caro, esse codinome não é em vão!

bela, ela!

bela, esta homenagem!

[]´s

sexta-feira, novembro 03, 2006 1:34:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

muito bonito esse poema!

=)

sábado, novembro 04, 2006 7:35:00 PM  
Blogger Marla de Queiroz said...

Seu querido!
Pois mande meus melhores sol-risos pros seus amigos daí.
Estou ansiosa pra ler teus próximos poemas carregados de passeios, de paisagens, de carinho de amigo...
Um beijo muito grande.

domingo, novembro 05, 2006 8:34:00 AM  
Anonymous Dora said...

É, Diovvani! Ela faz isso tudo, mesmo...Com ela, Raia..muita noite estrelada para nós...Com ela, cá- a-fé fica,comigo, em estrela e lua e tudo o que brilha!
Bonita homenagem.
Um abraço.
Dora

domingo, novembro 05, 2006 7:40:00 PM  
Anonymous Mônica Montone said...

Adoreeeei o template novo e gostei muito da homenagem a mulher estrelada ;o)

beijos, querido e bom fim de semana

MM

Ps: obrigada pelas palavras doces no Fina Flor

domingo, novembro 05, 2006 11:47:00 PM  
Blogger Octávio Roggiero Neto said...

Eia! Eis uma poetisa que estimo muito: Rayanne! Bela homenagem à passarinha do sul, Diovvani!

Ah! Tô aqui na maior pressa pra escrevê-lo: é que esqueci umas coisas em casa e tive que passar pra pegá-las antes do segundo round, ou seja, antes da faculdade. O fato é o seguinte: essa semana será complicadíssima, mas estou muito interessado no lance de Poesia em ônibus, tenho já uns poemas em mente, e assim que der os mandarei, certo? Tentarei no mais tardar no domingo, se é que até lá ainda será possível você reencaminhá-los para a Prefeitura. Mas brigadão mesmo por ter se lembrado de mim! E falando em lembrar, fique sabendo que não esqueci não de mandar o livro, pelo contrário, sempre lembro, mas tenho me desdobrado em obrigações da faculdade, fato que torna meu horário de almoço cada vez mais exíguo, ainda mais porque está chegando final de semestre e do curso também... Está uma loucura! Mas vamos em frente! Avante, Diovvani!
Té mais, meu caro poeta!

segunda-feira, novembro 06, 2006 2:42:00 PM  
Anonymous Dora said...

Diovvani! Não saberei fazer o que me pediu...Por favor, escolha você mesmo os poemas que quiser e leve-os!! Faça isso...Please!
Abrção!
Dora

terça-feira, novembro 07, 2006 8:53:00 AM  
Anonymous ariane said...

Sorte de quem ilumina-se com seu brilho e mais sorte da moça estrelada por tão linda e singela homenagem.

hoje, ameba triste que estou, só mesmo um belo poema para redbullizar meu dia...

adoro Oswaldo!

beijos amigo das montanhas

terça-feira, novembro 07, 2006 11:47:00 AM  
Anonymous Janaína Calaça said...

A poesia nos faz driblar a dor, ou fingir uma dor que realmente sentimos, como um dia disse Pessoa em Autopsicografia. A poesia é nossa vida paralela, é um mundo todo construído das impressões e sensações que este nosso mundo, que também construimos através da linguagem, nos causa.

Beijos,
saudades!

Jana

terça-feira, novembro 07, 2006 2:38:00 PM  
Blogger Luzzsh said...

Oi Dio,

Bonito que só........e com destino merecido; ela diz a que veio quando escreve.
Você também.

Beijos...

quarta-feira, novembro 08, 2006 7:40:00 AM  
Blogger Beatriz Galvão said...

O Céu daqui, quanto mais conheço, mais me surpreendo.
Agora espio as estrelas de lá...

Beijo em ti!
Bee

quarta-feira, novembro 08, 2006 10:00:00 AM  
Anonymous Marilena said...

Diovvani, adorei sua moça estrelada. Que poeta maravilhosa !! Beijos.

quarta-feira, novembro 08, 2006 5:43:00 PM  
Anonymous Jota Effe Esse said...

Fui lá e constatei: é mesmo uma acendedora de estrelas. Estás em boa companhia. Os semelhantes se atraem. Obrigado pela indicação. Abraços.

quarta-feira, novembro 08, 2006 11:41:00 PM  
Anonymous ana maria costa said...

"Ela sabe coar
letras do branco,"

é de mestre!

sábado, dezembro 23, 2006 11:34:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home