poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.

quarta-feira, maio 31, 2006

postagem, ao som dos acordes de meu amigo ronilson; tentando aprender a tocar viola de dez cordas (ando devagar porque já tive pressa...). éh, em breve, acho que teremos mais um violeiro dos bons na praça.(foto - hemerson gomes)
_click_
.
fotografia
é +
que o grifar-congelar
dum fragmento-tempo
.
é acionar
o flash-relâmpago-flecha
para queimar o filme
revelar e ter
.
o passado ausente "back-up"
restaurado ao tato-visão que revela
o resultado da equação "orobórica" do eu
na "HD" do hoje-dia
.
é observar distâncias
pelo retrovisor
tendo ampla vista da vida pássara
atento a sua próxima pose-movimento
.
[...] fotografias-fotografias-fotofrafias [...]
são tentativas de captura e compreensão
da eternidade fugidia (...[[enquadrada]]...))
pelas comovidas meninas-lentes do olhar
.
mas também é
o construir de bombas
que riscam no pico
da cordilheira da memória
.
cogumelos
saudáveis de saudades
mas também de saudades não-saude
de tristezas-alegrias
(dentro)
seguimos entre passos e "click´s"
vida-estrada-afora guardando
imagens para depois lam
bermos com língua an
ciã o sorvete de mui
tas bolas-estrofes
da nossa bela
ou feia
his

ri
a

para o amigo NILSON que sempre publica em seu blog belas fotografias acompanhadas de não menos belos e inspirados poemas. também para outro amigo aqui das minas gerais: HEMERSON GOMES que trabalha como fotógrafo. foi ele quem cedeu a foto desta postagem e caso alguém precise de seus serviços o contato é: (31) 3417-5116 - hemersongomes@yahoo.com.br.

5 Comments:

Blogger Maria Cláudia said...

Gostei das imagens-palavra e história contada e
(...[enquadrada]]...) na rapidez do instante click.

Sempre bom passar por aqui. :)

quarta-feira, maio 31, 2006 9:49:00 PM  
Anonymous marcos pardim said...

Diovvani, meu velho, "lambermos com língua anciã o sorvete de muitas bolas-estrofes da nossa bela ou feia história' é clik digno de um pôster, de um quadro. Um achado!!! Pena, de minha parte, eu não ter afeição nenhuma por fotografia. Sou desligado até umas horas com esse troço, sabia? Forte abraço.

quinta-feira, junho 01, 2006 6:12:00 AM  
Blogger Nilson Barcelli said...

Fazer poesia a falar de fotografia não lembraria ao diabo. Mas você lembrou-se. E isso não tem nada a ver com o diabo, mas antes com a sua capacidade ímpar de pegar em qualquer assunto e torná-lo poético, nem que para isso tenha que recorrer a uma verdadeira batalha com as palavras. Que invariavelmente vence.
Para além disso este poema apresenta, vou-me repetir..., mais um conjunto de imagens e metáforas brilhante. Por exemplo:
"são tentativas de captura e compreensão
da eternidade fugidia (...[[enquadrada]]...))
pelas comovidas meninas-lentes do olhar".
A utilização do aspecto gráfico, para reforçar ou sublinhar as diversas ideias, é bem patente no exemplo acima`com [[enquadrada]]. É uma opção inteligente.

Um abraço

PS: obrigado pela sua referência à minha pessoa.

quinta-feira, junho 01, 2006 2:32:00 PM  
Anonymous Janaína Calaça said...

Fotografar é escolher a nossa perspectiva em relação ao mundo e eternizar o momento. Muitos registrariam a mesma cena de ângulos completamente diversos. A realidade (como construção) é multifacetada e não homogênea e depende intrisecamente do ângulo daquele que a singulariza em recortes tantos. Fotografar é dar ao mundo a sua interferência de escolhas. Você fotografa o mundo nos seus recortes poéticos, nos seus versos, nas suas estrofes... E eu acompanho tudo e vou aprender com você um pouco de leveza, um pouco de riso, um pouco de como ser mais humano.

Beijos, querido

Jana

quinta-feira, junho 01, 2006 10:30:00 PM  
Blogger alice said...

querido diovvani,

me atrasei nas visitas

agradeço-lhe pela simpática referência ao nilson, que é um dos melhores bloggers portugueses

tem textos maravilhosos e sempre escolhe as imagens perfeitas

um grande beijinho para si

bem haja por este post

alice

sexta-feira, junho 02, 2006 9:49:00 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home