poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.: Janeiro 2011

segunda-feira, janeiro 31, 2011

ÁGUAS DE JANEIRO

Como sempre
as chuvas caíram.

Como nunca
as águas traíram.

Desceu o morro
entre árvores, lama e pedras

enxurrada de gente
bichos e casas.

Nem fortes ou frágeis mãos
se livraram da correnteza.

Carros de ferro e aço
flutuaram leves

como se fossem
garrafas pets

sem conteúdo
ou mensagem

como se nada
valessem.

Tudo ali parecia só
mais uma nota insignificante

na pauta de uma
trágica sinfonia irreal...

Uma Carmina Burana
em rotação acelerada e ao contrário

sem clave
sem pé

sem cabeça
sem tom

e que nenhum maestro
suportaria reger ou compor.

sexta-feira, janeiro 14, 2011

QUINQUAGÉSIMA SEGUNDA LEVA DA REVISTA CULTURAL DIVERSOS AFINS

Querido Leitor,

Diante do encerramento de um proveitoso ano de publicações, a Revista Diversos Afins assinala sua 52ª Leva. Para marcar este ciclo, destacamos:

- o sentido místico presente nas telas da artista plástica Ana Luisa Kaminski

- doses instigantes de poesia com Rita Santana, Marcilio Medeiros, Adrianna Coelho, Piligra, Luís Serra, Rubén Vedovaldi e Lílian Maial

- a perspectiva do documental numa entrevista com o fotógrafo Ricardo Sena

- ecos humanos nos contos de Adelaide Amorim, Juliana Gola e Nelson Alexandre

- a estreia em disco de Marcelo Jeneci pelas escutas de Larissa Mendes
Palavras e caminhos continuam vivos em:

http://diversos-afins.blogspot.com

Saudações culturais,

Fabrício Brandão & Leila Andrade - LEVEIROS