poeminhas p/matar o tempo e distrair dor de dente.: Setembro 2007

quinta-feira, setembro 20, 2007

Postagem ao som da música Kite – U2 [OuçAquiÓ]

Hoje às 17:00hs estarei gravando uma entrevista com o pessoal da TV BETIM sobre o PÃO & POESIA. A mesma deve ser exibida na próxima semana. Vou tentar conseguir a gravação para colocá-la aqui no "Poeminhas...". A Vera Carvalho e o Luis Gaspar, do Estúdio Raposa em Portugal abraçam o projeto e o estão divulgando lá na "terrinha" - assim como os amigos brasileiros aqui ó

Pedro pan

Octávio Roggiero Neto

Cecília Cassal

Wilson Guanais

Outros poemas

Areté Educar

Deixo meu agradecimento para todos que estão apoiando e participando do projeto.

...

POEMINHA INOCENTE-NORDESTINO-MINEIRO-AMERICANIZADO PARA RENAN CALHEIROS

“I” “NO” sente.
“I” “NO”...
“I”? “inucente!!! - "i-nu-SeN-tE"??? Indescência de terno, manchando a alma de um país no eterno.

Éh, o trem tá “Oh!rRorRosZzszo” pra lá de feio...
Embolado-emborolado. É como dizia minha avó
“Ai-ai-ai, minininho... ai-ai-ai... tome tento!”

Quando perdíamos o freio (do carrinho de rolimã)
a gente também dizia aqui nas Minas
“Nó, núú! Tô no fiofó do Zé Estevão”

Eu já acho é que
“nóis estamo” é "inbrulhados"
mesmo: é “lá-den do istâmo do Zé.

Saudade do bordão do velho Cafunga, da rádio Itatiaia
“No Brasil o que é certo, é o errado e o que é errado, é certo”.
Tome tento gente(!) – Será que é isso aí? Pois é, Brasil, ai-ai-ai...

quinta-feira, setembro 13, 2007

Postagem ao som da estonteante música COMPASSO de Ângela Ro Ro - [OuçAquiÓ]
Edições Árvore dos Poemas e Mixpan Indústria e Comércio Ltda, convidam a todos para participarem do
Em breve lançaremos o projeto PÃO & POESIA. Inicialmente, serão impressas 300.000 embalagens com poemas no verso das mesmas. Os clientes das padarias participantes do projeto, além de levarem pães para o café da manhã, levarão de brinde - poemas. As pessoas, que desejarem participar do projeto, devem enviar seus poemas para pao.poesia@yahoo.com.br - um dos objetivos, é divulgar novos autores, que permutem conosco a liberação dos direitos autorais, pela divulgação de seus trabalhos. Aqueles gostam de incentivar a leitura, agradecemos desde já, se nos ajudarem na divulgação do projeto. Vamos literalmente tentar, uma injeção de poesia nas artérias da realidade. Por enquanto estamos tendo mais participações de Portugal, do que do Brasil. Será, que é por que o Felipão anda treinando a seleção de lá? É isso aí...
...
Pão, para o corpo...
Poesia, para o espírito...
Pão, para o físico...
Poesia, para o invisível...
E o trem segue: alegre e apitando invencível...
Et´sceteramente...
E nóis na rabeira ou den´dEle - d´carona...
Vamo-Q-vamo... d´YAMAHA ou HONDA, no moto-perpétuo da vida
ou; não lamente nenhuma vez, não ter surfado nesta onda...
Neste: delicado-sincero-ofertório, dedicado à alma humana.
...
http://www.paopoesia.blogspot.com/
...
Logomarca do projeto: Pedro Pan

quarta-feira, setembro 05, 2007

Postagem ao som da música Mar de Primavera – Octávio Roggiero Neto [OuçAquiÓ] - Arte de John Piper
EX-BANGUELA, DE DENTADURA NOVA
Eu sou
uma cria,
que quase
ninguém, atura.
De dentadura-nova, então...
Tô-que-tô; impossível! Descobri, a coberta da cura:
tirei o véu da casca e fiz reméDio, du-bão - nenhum veneno me aniquila .
Nem mesmo, flechadas pelas costas me derruba-elimina.
Não caio! Desarmo o inimigo, antes do disparo e tranqüilo, sigo; minhas próprias setas...> Valha-me: são Sebastião e minha sábia-santa Catarina!!!
Tenho, em graça-estado: bruto, liquido e gozozo
no “loop”, do fundo-raso, do raso-fundo...
Trafego pelas ruas, maravilhado com a vida! Cheio de dentes...
Mordo, falsos-inocentes
e perVôo, o horizonte de novos sonhos, de asas dadas com assumidos pecadores.
Sou disTraído, mas também alerta.
Ouça o som, do atabaque [...]
Não gosto de e-mails e meias-palavras, com chulé - prefiro, tudo inteiro. Por isso, sorrio-todo-contente
lendo o lábio, de tudo que é mudo
e que é mundo - mineral, vegetal, animal e seres do invisível...
Nado, de braçada
no que é imundo e quer parecer - joia-rara
e ainda faço borbulhas, d´calor.
Sou tubarão e sou peixinho,
depende do beição ou do beicinho
que me oferecem para o beijo.
Não me capturam com arpões,
anzóis, espinhos ou agulhas.
Por isso, reafirmo; mais uma vez -
Eu sou
uma cria,
que quase
ninguém, atadura.
...
Janaina Calaça, fez uma postagem belíssima no Árvore dos Poemas - vale conferir, a pena-certeira da poeta Sophia de Mello Breyner.
...
IMPORTANTE: se você é contra a CPMF, assine aqui ó http://www.soucontracpmf.com.br/ - eu, particularmente sou totalmente a favor, da criação da CBMF - Contribuição dos Banqueiros sobre Movimentação Financeira. Será, que existe algum político no Brasil (... ) sem nenhum fiapo de rabo preso nas engrenagens do sistema financeiro, que toparia apresentar essa idéia no congresso? - cobro nadica, da idéia não, viu? Nobres senhores... Os banqueiros, sim, realmente ganham dinheiro no Brasil, que é uma verdadeira senzala a céu aberto, onde o povo é estuprado, com a permissão de leis, muito bem confeccionadas e com válvulas de escape, pra todo canto, pela turma corruPTa e sem um pinga - digo pingo, (rsrs) de vergonha na cara.